Arquivo de tag ambiente pequenos

pore-Reformas

5 Vantagens de reformar um apartamento antigo

No momento de fechar a compra de um im√≥vel, muitos s√£o os moradores que recorrem a profissionais de arquitetura para consultar se determinado apartamento √© um bom neg√≥cio. Por aqui, s√£o freq√ľentes os clientes que nos procuram em busca de dicas de quais as melhores op√ß√Ķes do mercado e conselhos sobre quais os im√≥veis de que √© preciso fugir. Uma de nossas considera√ß√Ķes √© que existem in√ļmeras vantagens de comprar e reformar apartamento antigo. N√£o sabe o porqu√™? Veja abaixo.

Vantagem 1: Boa localização

Muitos s√£o os apartamentos antigos localizados em bairros tradicionais e j√° consolidados. Em S√£o Paulo, pr√©dios em bairros como Pinheiros, Jardins, Vila Madalena e Higien√≥polis oferecem √≥timas op√ß√Ķes de apartamentos para quem deseja ter um apartamento dos sonhos. S√£o pr√©dios constru√≠dos h√° d√©cadas e bem diferentes dos lan√ßamentos atuais, que possuem, por exemplo, plantas compactas e varanda gourmet.

Por estarem inseridos em regi√Ķes mais tradicionais, uma das vantagens de comprar e¬†reformar apartamento antigo √© que eles est√£o servidos de boa infraestrutura e servi√ßos ao redor, como transporte p√ļblico, escolas, mercados, farm√°cias, entre outros.

Vantagem 2: Imóvel com preço estabilizado

Quando você compra um apartamento novo, faz uma aposta: a de que ele irá se valorizar ao longo do tempo. No caso de um antigo, o investimento é mais certeiro. Isso porque o imóvel e os seus arredores são mais estáveis. O risco de você comprar apartamento antigo e, em seguida, ter uma vista da janela prejudicada por uma nova construção, por exemplo, é menor.

Voc√™ tamb√©m corre menos risco de ter sua casa desvalorizada. As regi√Ķes onde esses im√≥veis est√£o inseridos s√£o mais consolidadas e, portanto, comprar e reformar apartamento antigo √© um investimento mais est√°vel e com menos risco de desvalorizar o seu dinheiro a longo prazo.

Vantagem 3: Poder de negociação

Ao comprar um im√≥vel mais velho, voc√™ tem mais argumentos para negociar um desconto. √Č prov√°vel, por exemplo, que o im√≥vel n√£o esteja em perfeitas condi√ß√Ķes para morar. Esse pode ser um argumento usado a seu favor para barganhar: ‚Äúo pre√ßo deveria ser menor porque eu terei que contratar um arquiteto para reformar o apartamento antigo‚ÄĚ. Se voc√™ for um bom negociante, conseguir√° um desconto que cubra as despesas com a reforma/arquiteto e ainda deixe uma margem.

Vantagem 4: Evita pagar por uma decoração que não combina com você

Apartamentos em prédios novos geralmente vêm com uma decoração padrão ou ainda no caso de apartamentos semi-reformados que incluem, por exemplo, revestimentos, pisos, louças e outros materiais que são cobrados no valor total do imóvel. Só que, muitas vezes, esses itens não combinam com o seu gosto e você acaba pagando em dobro: ao comprar o apartamento novo e para reformá-lo.

Se você comprar e reformar apartamento antigo, não terá esse problema: poderá usar novamente o argumento da barganha e, caso a decoração não seja o seu estilo, pedir um desconto na hora da compra já que terá que reformar o imóvel.

Vantagem 5: Oportunidade de contratar um arquiteto

Profissionais de escritórios de arquitetura têm a capacidade de projetar o apartamento dos sonhos dos moradores, lugares aconchegantes, funcionais e onde todos se sintam bem. Ao comprar e reformar apartamento antigo, você pode negociar e investir esse dinheiro em um arquiteto, tendo assim a possibilidade de criar a casa que sempre quis, com ambientes integrados, móveis com as suas cores preferidas e revestimentos que traduzam os seus desejos.

Reformar apartamento antigo n√£o ser√° um pesadelo e a obra ser√° acompanhada por quem entende do assunto e saber√° os melhores produtos e pre√ßos a se investir, levando a voc√™ as melhores op√ß√Ķes do mercado.

B√īnus: Um charme que s√≥ um im√≥vel antigo tem!

E, vale lembrar, que imóveis mais velhos possuem uma arquitetura característica, com pontos que já são menos frequentes nos lançamentos atuais, como vigas aparente, tijolinho aparente, taco de madeira, janelas grandes, dentre outros. Se você é fã disso, considere comprar e reformar um apartamento antigo.

Um arquiteto ir√° ouvir todas as suas aspira√ß√Ķes e oferecer as melhores op√ß√Ķes do mercado ‚Äď em termos est√©ticos, de qualidade e financeiros ‚Äď que reflitam o seu gosto. Ao final, voc√™ ver√° que vale a pena comprar apartamento antigo e poder√° usufruir de um im√≥vel reformado, bem localizado e com a decora√ß√£o dos seus sonhos.

Nós podemos ajudar você a ter i imóvel dos seus sonhos. Solicite um  orçamento.

Fonte: http://www.ina.arq.br

pore-Reformas

Reforma em apartamentos devem seguir regras

Trocar o piso, portas e janelas, fazer uma nova pintura ou modernizar a rede elétrica e hidráulica, além de deixar o apartamento mais aconchegante e seguro, na certa o torna mais atraente para o mercado imobiliário. Dependendo da reforma, a valorização pode ultrapassar os 30% do preço da unidade.

Mas al√©m de contratar os prestadores de servi√ßos e comprar os produtos de constru√ß√£o, na hora de realizar uma obra os cond√īminos tamb√©m devem seguir algumas regras sobre manuten√ß√£o dentro do pr√©dio e assim evitar desaven√ßas com vizinhos. As normas devem estar previstas na conven√ß√£o e regimento interno.

Entre as pol√™micas mais comuns est√° a quest√£o do barulho que deve ser tolerado dentro do hor√°rio estipulado. Segundo uma especialista do segmento de advocacia condominial, geralmente nos condom√≠nios residenciais o hor√°rio de obras √© das 8h √†s 12h e das 14h √†s 18h ‚Äď e nas edifica√ß√Ķes comerciais √© no per√≠odo oposto. O objetivo √© evitar ru√≠dos e tamb√©m a circula√ß√£o de trabalhadores e material de constru√ß√£o nos momentos em que mais t√™m pessoas nas unidades.

No entanto, ainda existe uma lei que limita o n√≠vel de ru√≠dos provocado por uma unidade, mesmo durante o dia, o que √© garantido pelo C√≥digo Civil, artigo 1.336, que especifica os deveres do cond√īmino: ‚ÄúDar √†s suas partes a mesma destina√ß√£o que tem a edifica√ß√£o, e n√£o as utilizar de maneira prejudicial ao sossego, salubridade e seguran√ßa dos possuidores, ou aos bons costumes”.

A conven√ß√£o deve regulamentar se os moradores s√£o obrigados a informar ao s√≠ndico √† realiza√ß√£o da reforma. √Č importante lembrar que nem tudo pode ser mudado em um apartamento. ‚Äú√Č proibido mexer na parte estrutural, para n√£o por em risco a seguran√ßa da edifica√ß√£o‚ÄĚ, esclarece a advogada da √°rea condominial. Como tamb√©m aponta o art. 1336, do C√≥digo Civil, a fachada n√£o pode ser alterada, desde forma, cor e esquadrias externas, a n√£o ser que seja aprovado em assembl√©ia.

Com a realiza√ß√£o de manuten√ß√£o em apartamentos, o pr√©dio passa a receber os profissionais respons√°veis pela obra. O edif√≠cio deve ter um sistema para cadastrar essas pessoas estranhas ao conv√≠vio di√°rio dos moradores. ‚ÄúTem condom√≠nios que somente aceitam se os pr√≥prios moradores descerem at√© a portaria para identificarem os trabalhadores‚ÄĚ, ressalta a especialista.

O cond√īmino tamb√©m √© o respons√°vel pelos res√≠duos das constru√ß√Ķes, que n√£o podem ser colocados nas lixeiras do pr√©dio. Entre as op√ß√Ķes est√° a contrata√ß√£o de uma ca√ßamba papa entulho.

Pela nova regulamentação, todas as reformas de imóvel que alterem ou comprometam a segurança da edificação ou de seu entorno precisarão ser submetidas à análise da construtora, incorporadora ou projetista, dentro do prazo de garantia da construção, normalmente de cinco anos.

Ap√≥s esse prazo, qualquer interven√ß√£o exigir√° uma Anota√ß√£o de Responsabilidade T√©cnica (ART), assinada por engenheiro ou arquiteto que, ent√£o, ir√° assumir toda a responsabilidade legal pela execu√ß√£o da obra ou servi√ßo. A norma vale tanto para √°reas comuns quanto privadas das edifica√ß√Ķes.

Tamb√©m, orienta os cond√īminos a informar ao s√≠ndico todos os detalhes sobre as interven√ß√Ķes e o plano de manuten√ß√£o a partir da reforma. E o s√≠ndico ou a administradora, por sua vez, poder√£o autorizar, permitir com ressalvas ou at√© mesmo proibir a reforma, caso entendam que a obra poder√° colocar em risco a edifica√ß√£o.

DICAS:

‚ÄĘ Quando em grande quantidade, n√£o deixe restos da obra na lixeira comum. Contrate uma empresa que far√° o descarte correto dos materiais.

‚ÄĘ Certifique-se de que a empresa contratada dar√° encaminhamento correto e pe√ßa a documenta√ß√£o de funcionamento e legalidade da empresa comprovando seu cadastro na prefeitura.

‚ÄĘ Ao contratar a empresa que trar√° a ca√ßamba para o recolhimento, confira se essa foi estacionada corretamente para evitar eventuais transtornos e para n√£o atrapalhar o tr√Ęnsito local.

‚ÄĘ Se necess√°rio, solicite que o entulho seja embalado, assim as √°reas comuns n√£o ficar√£o sujas.

‚ÄĘ Analise se os materiais n√£o poder√£o ser reaproveitados. Pastilhas, por exemplo, podem se transformar em obras de arte, como mosaicos; e telhados, quando em bom estado, podem ser doados.

‚ÄĘ Fique atento: √© responsabilidade do gerador de entulho dar a destina√ß√£o adequada aos res√≠duos, conforme determina a Resolu√ß√£o n¬ļ 307, de 5 de julho de 2002 do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama); ou seja, previna-se e mantenha a documenta√ß√£o em dia para evitar multas desnecess√°rias.

A mão de obra especializada da e-Reformas trabalha pra você não ter dor de cabeça. Solicite um orçamento.

Fonte: http://www.condominiosc.com.br

pore-Reformas

Cozinhas integradas

Essa é uma tendência que veio pra ficar. As cozinhas integradas garantem um espaço mais amplo e sem barreiras, além de ser uma solução que proporciona o contato direto de quem cozinha com família e amigos.

Acabamentos

Na hora de integrar os espaços, utilizar o mesmo piso nos ambientes pode trazer uma sensação de continuidade. Se a ideia for trazer uma atenção especial à cozinha, isso pode ser feito com a escolha de outro material ou cor nas paredes, mesmo que o piso seja o mesmo. Dessa forma, ainda existe integração visual e continuidade dos ambientes, apesar de uma atenção maior voltada à cozinha. O acabamento escolhido (seja um revestimento ou uma cor) deve dialogar com as demais cores do ambiente ou ser de cor neutra.

Cores

Da mesma forma que utilizar a mesma cor ou acabamento no piso garante continuidade na integração dos espaços, utilizar um piso diferente delimita a área e a diferencia sem utilizar paredes ou divisórias. Essa solução pode ser boa quando o piso da sala não for apropriado para ser aplicado na cozinha, assim, no lugar de se tentar procurar um piso semelhante é mais interessante destacar a área da cozinha.

Praticidade e design

Integrar ambientes é uma ideia bacana para áreas pequenas, pois ajuda os espaços a fluírem de forma mais natural. Esse resultado pode ser ainda melhor se bem planejado, para que os equipamentos e objetos estejam à vista de forma prática, sem esquecer do design. Na cozinha, os utensílios podem ficar à vista, desde que estejam organizados e postos de acordo com o planejamento do ambiente. Já entre a sala e a cozinha, um mobiliário também pode ajudar na praticidade e se tiver um desenho mais arrojado e inovador, garantindo um espaço ainda mais interligado e cheio de personalidade.

Ilha Gourmet unindo os ambientes

Uma boa opção para se integrar cozinha é usar a bancada centralizada, conhecida como ilha gourmet. Quando o ambiente tem a ilha gourmet, ele costuma ser o coração do espaço e seu posicionamento delimita a área, mas também a une naturalmente, torna-se uma boa opção de integração. Neste caso, é possível distinguir os ambientes com alguns detalhes, como por exemplo a variação na cor da própria ilha, que trará destaque à cozinha.

Cozinha corredor

A cozinha pode ser um ambiente de passagem, um amplo corredor que conecta a sala com outros ambientes sociais. Nesse caso o ideal são os revestimentos seguirem o padrão da casa para que a cozinha seja um ambiente neutro. Nesse tipo de configuração todos os eletrodomésticos ficam em linha, nenhum fica de frente para o outro, por isso é importante que a bancada seja comprida o suficiente para que se tenha espaço de trabalho.

Que tal entrar o ano novo com a sua cozinha nova?

Quer reformar seu apartamento? Agende j√° sua visita com a gente. Clique aqui.

pore-Reformas

Jardins Internos: Você pode ter um.

O jardim interno  é uma alternativa para pessoas que não possuem um quintal em casa, mas querem um contato com a natureza  e ele pode ser colocado no seu local da preferência: sala de estar, quarto, banheiro, embaixo da escada. Ele também pode e deve ser feito de acordo com o seu gosto pessoal, mas é preciso manter alguns fatores em mente.  Vamos lá:

Para que serve

O jardim de inverno caiu no gosto das pessoas, pois além de deixar o ambiente mais aconchegante e elegante, pode ser mais funcional do que você imagina!

Com jardins de inverno podemos dividir ambientes, possibilitar a entrada de luz natural ao ambiente, assim, como ventila√ß√£o, deixando o ambiente mais fresco, arejado e √ļmido.

Podemos criar pequenos espaços de relaxamento e contemplação.

Muitos utilizam também um jardim de inverno para fins de paisagismo apenas, nesses casos as pessoas criam este ambiente para para ter sua decoração com plantas, flores, às vezes uma cascata de água, pedras e outros elementos paisagísticos visando proporcionar no ambiente mais agradável e integrado à casa.

Escolha o local ideal

Apesar da flexibilidade do jardim interno, √© preciso escolher seu local com aten√ß√£o. D√™ prefer√™ncia para locais com luz natural e que possuam destaque ‚Äď afinal, n√£o tem porque colocar seu jardim em um lugar no qual ele fique escondido, n√£o √© mesmo?

Escolha um design

Algo interessante para qualquer ambiente interno ou externo, é que pensemos no design dele de uma forma geral, como no caso do jardim de inverno: vai ter um caminho de pedras? Qual a cor? Existe espaço e vontade de se ter uma fonte? Qual estilo dela? Pode ser moderna, barroca, tradicional. A escolha do design faz toda a diferença durante a criação do paisagismo do jardim de inverno, pois ela pré-determina quais plantas e estilos você vai seguir.

Você pode optar por fazer mais de um jardim de inverno em sua casa também, mas escolha sempre um design central para o de maior destaque e o use como base para os outros jardins menores. Parece difícil, né? Tenha calma, para isso existem paisagistas que podem lhe ajudar nessa hora

Consulta Profissional

Um paisagista levar√° em considera√ß√£o o seu espa√ßo, prefer√™ncia pessoal, or√ßamento e outras necessidades e padr√Ķes que s√£o exatamente o que voc√™ est√° procurando. Se voc√™ est√° procurando por cores e est√©tica, eles escolhem plantas que florescem e trazem vida para sua casa ou escrit√≥rio. Independentemente das suas necessidades e desejos, os paisagistas trabalham para atender e exceder as suas expectativas.

Por isso convidamos Lilian Casagrande, arquiteta paisagista, para nos dar umas dicas e esclarecer algumas d√ļvidas:

E-Reformas – Oi Lilian, tudo bem? Nossa primeira d√ļvida √©: Paisagista cuida somente das plantas em um projeto residencial?

Lilian Casagrande ‚Äď Tudo √≥timo. O paisagismo n√£o se resume √†s plantas e vasos. Envolve tamb√©m mobili√°rio, revestimentos, ilumina√ß√£o e itens de decora√ß√£o, por exemplo.

 

E-Reformas ‚Äď Existe algum ambiente mais adequado para ter um jardim interno?

Lilian Casagrande ‚Äď Todos os ambientes podem ter um jardim, o segredo √© saber escolher as plantas e flores. Os ambientes mais requisitados s√£o os as √°reas comuns, de grande conv√≠vio como varandas gourmet ou sala de estar.

 

E-Reformas ‚Äď Existe algum ambiente n√£o recomendado?

Lilian Casagrande ‚Äď Evitamos ambientes muito √ļmidos, como banheiros ou sem qualquer ventila√ß√£o ou luz natural, como hall de elevador.

 

E-Reformas ‚Äď Tem algum tipo de planta queridinha no momento?

Lilian Casagrande ‚Äď Sim. H√° uma grande demanda para Ficus lyrata¬† – tem que tomar cuidado e planejar o replantio futuro em uma √°rea que n√£o v√° atrapalhar ningu√©m, pois chegam a quebrar vasos quando est√£o grandes demais e o plantio em t√©rreos de condom√≠nio e cal√ßadas geram problemas no futuro para o pr√≥prio morador e para os vizinhos, j√° que as ra√≠zes dela s√£o fortes, arrebentando estruturas de concreto e entupindo encanamentos. Samambaias e jib√≥ias tamb√©m voltaram √† moda e as suculentas continuam sendo as queridinhas do momento, mas geralmente precisam de sol por pelo menos meio per√≠odo, sen√£o sofrem estiolamento (um tipo de crescimento espichado que significa uma busca desesperada pelo sol).

Abaixo cantinho lindo e decorado por Lilian Casagrande para vocês se inspirarem:

 

Conheça mais sobre a Lilian aqui.

pore-Reformas

8 dicas para otimizar ambientes pequenos?

Viver em um apartamento pequeno tem suas vantagens e desvantagens. A maioria dos proprietários escolhe um apartamento pequeno ou pela sua localização ou pela praticidade.

Enquanto um pequeno apartamento pode ser acolhedor, em contrapartida pode faltar espaço para guardar as coisas. Todos nós tendemos a acumular coisas quando moramos em uma casa por alguns anos.

A diferença é que, em uma casa grande, o amplo armazenamento oferece espaço para todos os itens extras. O desafio de otimizar o espaço em um pequeno apartamento não é apenas planejar o layout, o mobiliário, a decoração e o armazenamento, mas também fazer algumas mudanças no estilo de vida.

Confira agora as 8 dicas sobre como otimizar o espaço em um pequeno apartamento ou casa para torná-lo mais confortável e bonito:

#1 Projete um layout eficiente

Ao projetar o layout, divida a área em salas ou zonas menores depois de considerar a finalidade de cada uma. Por exemplo, a sala de estar pode precisar de assentos para os hóspedes, mas também é necessário que ela sirva como um quarto extra para acomodar visitantes durante a noite. Da mesma forma, um pequeno quarto pode servir também como um escritório. Ao procurar ideias sobre como otimizar o espaço em uma pequena casa, é essencial entender os requisitos de cada espaço antes de finalizar o layout.

#2 Utilizem as cores certas

O branco √© o tom preferido para pequenos espa√ßos, pois aumenta a sensa√ß√£o de leveza e apresenta o pano de fundo ideal para o mobili√°rio se destacar. Embora isso seja verdade, pode fazer a √°rea parecer muito chata. Infundir cores pode fazer um pequeno apartamento parecer mais interessante al√©m de ajudar a iluminar os interiores. Arquitetos e Designers de interiores recorrem frequentemente ao uso de cores para diferenciar √°reas dentro de uma casa de plano aberto. √Č uma pequena ideia que pode ser facilmente utilizada em qualquer apartamento ou casa.

#3 Móveis grandes podem ajudar

Embora a percep√ß√£o seja de que um grande sof√° ocupar√° muito espa√ßo em uma pequena sala de estar, √© uma op√ß√£o muito melhor do que m√≥veis menores. Uma pequena sala com m√≥veis min√ļsculos vai se assemelhar a uma casa de bonecas e chamar a aten√ß√£o para as dimens√Ķes limitadas da √°rea. Uma das id√©ias populares de pequenas salas de estar √© o uso de uma pe√ßa maior que n√£o s√≥ fornecer√° mais assentos para os h√≥spedes, mas tamb√©m criar√° a impress√£o de grandeza na √°rea.

#4 Mobília multifuncional

Mobiliário que serve mais de um propósito é ideal para organizar o espaço em salas pequenas. Seja um sofá com uma bicama na sala de estar, uma ilha de cozinha que funciona como uma mesa de jantar ou uma cama dobrável que se transforma em uma mesa durante o dia, vale a pena investir em algumas dessas peças quando o objetivo é otimizar os ambientes.

#5 Compartimentos ocultos

Em uma casa pequena, o armazenamento √© fundamental para tornar a √°rea livre de desordem. √Č poss√≠vel ficar sem espa√ßo em arm√°rios e gabinetes rapidamente e, nesses casos, √© aconselh√°vel criar um compartimentos em camadas que possa ser escondido. Um exemplo disso √© instalar uma cama alta no quarto, pois caixas ou gavetas podem ser facilmente encaixadas embaixo dela. Quando seu objetivo √© otimizar espa√ßos em ambientes pequenos, ir para a vertical √© uma maneira eficaz de alcan√ßar o objetivo. Por exemplo, os arm√°rios do ch√£o ao teto permitir√£o que voc√™ armazene roupas sazonais e roupas de cama na camada superior at√© a hora de us√°-la novamente. Uma cama com gavetas tamb√©m √© uma excelente alternativa para este prop√≥sito em um quarto.

#6 Como otimizar uma pequena cozinha

Estudar o layout é a chave para otimizar o espaço em uma pequena cozinha. Deve-se começar analisando o que se espera do espaço. Se a família não cozinha muito, então um fogão grande é desnecessário. Em vez disso, um micro-ondas embutido para reaquecimento pode ser uma escolha mais inteligente. Se a cozinha for integrada, a criação de armazenamento organizado pode ajudar a minimizar a desordem na área. Gavetas embutidas ou sistemas de gabinete, como compartimentos de talheres, unidades de empilhamento de placas ou carrosséis para panelas, podem ajudar a conseguir isso sem esforço.

#7 Organização é fundamental

A desordem √© o maior inimigo quando se trata de organizar espa√ßos pequenos. Uma sala bagun√ßada parecer√° mais abarrotada, enquanto uma arrumada parece maior do que √©. Al√©m de ter um amplo espa√ßo de armazenamento em cada sala ou √°rea, deve-se ter o h√°bito de se livrar de coisas que n√£o √© necess√°rio. A cada dois meses, deve-se avaliar as coisas que est√£o se acumulando, sejam jornais antigos e revistas ou utens√≠lios que n√£o s√£o usados ‚Äč‚Äčh√° mais de um ano. Limpar regularmente a casa do que se acumula no dia a dia ajudar√° a otimizar o espa√ßo de armazenamento dispon√≠vel para que n√£o seja preciso procurar novas √°reas para organizar as coisas ou investir em m√≥veis que far√£o com que a pequena sala pare√ßa cheia.

#8 Não se esqueça de decorar!

Usar cores claras e móveis eficientes pode fazer um apartamento pequeno parecer sem brilho e sem inspiração. Portanto, ao analisar ideias para otimizar o espaço em um pequeno apartamento, é importante decorá-lo adequadamente para deixá-lo mais aconchegante e bonito. Os tipos certos de móveis e acessórios podem dar uma aparência luxuosa aos interiores para fazer com que o pequeno apartamento pareça maior do que é. Só é preciso um par de peças atraentes para transformar a aparência de um pequeno apartamento. Em um quarto, uma cabeceira impressionante pode ajudar a criar um ponto focal na sala. Em uma sala de estar, um espelho com moldura decorativa não só servirá para refletir a luz e o espaço para criar a impressão de uma área maior, mas também acrescentar um elemento estiloso à sala.

Nem todo propriet√°rio tem um grande or√ßamento para redesenhar o apartamento para otimizar o espa√ßo. No entanto, para criar um layout para otimizar o espa√ßo em um pequeno apartamento ou projetar um armazenamento eficiente que ajude a manter os interiores livres de bagun√ßa por anos, √© necess√°rio ter solu√ß√Ķes de longo prazo que sejam melhor deixadas para os profissionais. √Č por isso que recomendamos consultar um arquiteto ou designer de interiores que possa aconselhar sobre as melhores ideias de design para uma pequena casa.

Quer reformar seu apartamento? Agende j√° sua visita com a gente. Clique aqui.